Sem categoria

Você sabe a diferença entre Publicidade, Propaganda e Marketing?

A publicidade, a propaganda e o marketing estão presentes no dia a dia de qualquer negócio. Mas, para fazer bom uso dessas ferramentas e chegar a resultados satisfatórios, é muito importante compreender como cada uma delas atua.

É comum que exista confusão entre os termos ou que muitos as classifiquem como a mesma coisa e, para solucionar todas as dúvidas, trouxemos de forma clara e objetiva o que cada um deles representa.

O QUE É PUBLICIDADE? 

O termo vem do latim publicus e significa tornar algo público. Refere-se a criação de estratégias de marketing que promovam a divulgação de um produto, serviço, ideia ou marca, por meio de anúncios, a fim de atingir um público-alvo e incentivá-lo a efetivar uma ação.

Esta ação pode ser uma compra ou o desejo de adquirir algo, por exemplo. A publicidade é frequente em nossas vidas, está na rua, internet, no shopping, farmácia, supermercados, em casa, revistas e por aí vai. 

A publicidade também é uma área de conhecimento que integra a Comunicação Social e faz estudo das técnicas pertinentes à atividade e suas funções socioculturais. 

Quem atua nessa área deve estar sempre atento às tendências, comportamentos e valores vigentes no momento atual da sociedade, não só para alinhar o seu trabalho de divulgação, mas para que consiga encontrar os pontos-chave que podem levar à criação de novas tendências. Afinal, a publicidade tem o poder de influenciar pessoas, quando utiliza-se de técnicas de persuasão.

Uma autoridade no segmento de publicidade brasileira é Washington Olivetto, criador de propagandas muito famosas e premiadas, como o Garoto Bombril, que chegou a ser reconhecida como a campanha mais longa da história, já que o personagem interpretado por Carlos Moreno, representou a marca por mais de 30 anos.

Para Olivetto, o segredo dos grandes publicitários é se alimentar de vida, por meio da música, da literatura, da pintura, das esculturas e da arte em geral. Dessa forma, cria-se uma publicidade feita de vida que é devolvida para a vida. É assim que se fazem profissionais bem sucedidos. Inspirador, não acha?

O QUE É PROPAGANDA?

A palavra propaganda deriva do latim propagare, que significa difundir. Ela tem como objetivo fazer a disseminação de ideias que podem partir de empresas, mas também de instituições sociais, religiosas, partidárias, etc. Tem o intuito de influenciar o comportamento das pessoas.

Uma propaganda pode ter cunho ideológico, educar, alertar sobre acontecimentos ou comunicar fatos. Pode, inclusive, favorecer o consumo, mas não é diretamente uma ação para esse fim. Isso porque o objetivo central é a propagação da ideia em si.

Existe muita confusão entre publicidade e propaganda, mas a principal diferença é que a publicidade promove marcas, produtos e serviços, enquanto a propaganda está mais para a difusão de ideias e conceitos. Como dissemos anteriormente, ela atua no campo ideológico.

O avanço da tecnologia e uso das mídias tem potencializado o poder das propagandas. Nizan Guanaes, um nome referência quando falamos de propaganda no Brasil, defende que, nesses novos tempos, ela exige um conteúdo mais elaborado.

Antigamente, quanto mais a marca era estampada nos lugares, melhor, era o que funcionava. Porém, com mais acesso à informação, o público também tem se tornado mais crítico e dessa forma, contextualizar para as pessoas a respeito de um produto ou serviço, é mais eficiente do que apenas exibi-lo. 

Para Guanaes, as melhores empresas serão aquelas que souberem se conectar com seus clientes por meio de conteúdo

O QUE É MARKETING?

A palavra marketing deriva do inglês Market, que significa mercado. Consiste em um conjunto de estratégias para compreender as necessidades do cliente e atendê-las, de forma a aumentar as chances de vender.

Apesar de o termo ser derivado da palavra mercado, não se trata simplesmente da comercialização de produtos ou serviços, mas sim de uma atividade que se destina a entender quais são as necessidades, as dores e os desejos do cliente para suprir isso.

O Marketing é uma ciência e envolve muito estudo, o desenvolvimento de estratégias inteligentes para descobrir quais produtos ou serviços são capazes de cativar o público-alvo de um negócio. Tais estratégias compreendem a comercialização, a comunicação, a distribuição e a fidelização do cliente.

De acordo com a American Marketing Association (AMA), marketing pode ser definido como processo de planejamento e execução, desde concepção, preço, promoção e distribuição de idéias, mercadorias e serviços para criar trocas que satisfaçam os objetivos individuais e organizacionais”.

Outro conceito bastante conhecido é o de Peter Drucker, que apresenta o marketing como uma ferramenta para conhecer e entender o consumidor tão bem, que o produto se molde a ele para vender-se sozinho.

Philip Kotler, considerado como o Pai do Marketing, considera-o como uma “ciência e arte de explorar, criar e proporcionar valor para satisfazer as necessidades do público-alvo com rendibilidade”. 

Ele foi o criador do conceito de marketing 3.0 e 4.0. Para ele, as mudanças da sociedade criam tendências que exigem diferentes posicionamentos na hora de fazer marketing. Na era 3.0, defende que as empresas precisam focar menos na marca ou no produto e mais no propósito, ou seja, no benefício, no resultado..

Na era 4.0, que é a que vivenciamos agora, isso permanece, porém com o desafio de fazer uso das ferramentas digitais para chegar até o cliente.

DIFERENÇAS E EXEMPLOS

É comum existir confusão entre publicidade, propaganda e marketing, sendo que muitas pessoas podem acreditar que eles são a mesma coisa.

Para ficar clara a compreensão de cada um desses conceitos, vamos falar um pouco sobre as principais diferenças.

Enquanto o marketing é um processo que envolve o estudo do cliente e o desenvolvimento de estratégias para conseguir atendê-lo, o foco da publicidade é atingir esse público por meio de uma comunicação que seja persuasiva e influencie a compra. Já a propaganda, tem foco na disseminação de ideias e comportamentos.

Na prática, vamos supor que uma empresa de iogurtes quer alavancar as vendas da bebida feita com morangos. A seguir, exemplificamos quais seriam os meios utilizados por cada um dos segmentos:

  • Na Publicidade: seria criado e veiculado o anúncio para a venda direta desse produto, que conteria as principais informações, ingredientes, nutrientes, preço e até o porquê a pessoa deveria comprá-lo;
  • No Marketing: seria realizado um estudo sobre as pessoas que compram iogurte de morango e quais são as suas dores, desejos e necessidades, de forma a criar estratégias para fazê-la entender que aquele produto solucionará um problema, induzindo-a a comprar;
  • Na Propaganda: o produto não seria oferecido diretamente para esse cliente, o trabalho seria de mostrar, por meio da criação de conteúdo informativo, que por trás dele existe um valor, uma ideia a ser abraçada, como um processo produtivo mais sustentável, a promoção de hábitos saudáveis, qualidade vida, embalagem que não degrada o meio ambiente, etc.

FONTE:

Atendimento via WhatsApp!